"Tornamo-nos odiados tanto fazendo o bem como fazendo o mal." (Maquiavel).

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

MAIS CULTURA NAS ESCOLAS INICIA OFICINA DE CLOWN NESTA SEXTA-FEIRA

O projeto Artes no Meu Bairro selecionado em Edital dentro do Programa Mais Cultura nas Escolas da Escola Mocinha Rodrigues, estará realizando, de 31 de outubro (sexta) à 2 de novembro(segunda) a Oficina “Mergulho no universo do Clown/Palhaço”.

A oficina de Clown será ministrada pelo Ator, Diretor de Teatro e Circo, Instrutor de Teatro, Circo e Clown, Claudio Ivo que é Formado pela Escola Nacional de Circo/RJ. Por meio de jogos, exercícios e improvisações, a oficina "Mergulho no universo do Clown/Palhaço" é uma introdução à linguagem do palhaço.
O projeto Artes no Meu Bairro é uma realização conjunta entre a Jornalista, Arte Educadora e Artista Siomar Ziegler e a Escola Mocinha Rodrigues, com recursos dos Ministérios da Educação e da Cultura.


Horário da Oficina de Clown: Dia 31(sexta) das 17h30m às 20h, Dia 1º (sábado) das 15h às 20h30m, Dia 2 (domingo) das 9h às 12h e 15h às 20h30m e Dia 3 (segunda) das 17h30m às 20h. Inscrições e Maiores informações: 9732.5025 ou 9348.4499.

CAMILO SANTANA E AS PROMESSAS DE CAMPANHA

 Os futuros deputados estaduais a tomarem posse em 2015, prometem cobrar no início do mandado que o governador Camilo Santana cumpra as promessas de campanha. Só lembrando. Camilo Santana prometeu: abrir UPA em 26 cidades com mais de 50 mil habitantes; construir hospital na Região Metropolitana de Fortaleza e no Vale do Jaguaribe; Criar bolsa universitária para estudantes nos primeiros seis meses de curso nas universidades públicas; criação da Universidade Federal da Região Norte em parceria com o Governo federal.
Além da implantação do Polo Metal Mecânico, com o aço da siderúrgica do Pecém; implantar 22 delegacias 24 horas e expandir Minha Casa Minha Vida que tem déficit de 307 mil unidades, o que Heitor assegura que cobrará.


CRCCE PROMOVE PALESTRA GRATUITA SOBRE ALTERAÇÕES NA LEI FISCAL

O Conselho Regional de Contabilidade do Ceará realiza nesta sexta-feira (31), a partir das 9 horas, palestra na Delegacia do município de Sobral sobre a alteração na lei fiscal de acordo com a Lei nº 12.973/2014.

O palestrante e conselheiro do CRCCE, Francisco Coutinho, vai abordar Pis, Cofins, novo conceito de receita bruta, ajuste de valor presente, arrendamento mercantil, isenção de imposto de renda, entre outros assuntos de relevância. A palestra é totalmente gratuita e tem como principal público alvo profissionais da contabilidade e estudantes universitários.


Serviço:
Onde: Delegacia CRCCE – Sobral – Rua Coronel Frederico Gomes 288 - Centro
Quando: Sexta-feira (31)
Quanto: Gratuito

CLUBES DA PRIMEIRA DIVISÃO DO CEARENSE DISCUTEM REGULAMENTO


Em reunião realizada na tarde de quinta-feira (30), a Federação Cearense de Futebol (FCF) e os 10 clubes participantes da 1ª Divisão do Estadual de 2015 debateram o regulamento e a forma de disputa do certame de 2015.  
No congresso técnico, realizado na sede da FCF, os oito clubes do interior fizeram coro, de forma unânime, exigindo a presença de Ceará e Fortaleza desde o início da competição, ao contrário do que estava programado, uma vez que o calendário divulgado pela CBF prevê reserva de datas apenas para que as duas principais forças do Estado se dediquem somente à Copa do Nordeste nos primeiros meses do ano, entrando a partir da 2ª fase da competição, a exemplo do que vinha ocorrendo nos últimos dois anos. 

EM NOVEMBRO DE 2013 O PREFEITO DE SOBRAL ERA DENUNCIADO POR CRIME DE NEPOTISMO: COMO ESTÁ O CASO

 Os promotores de Justiça do Estado do Ceará ingressaram em novembro de 2013, com uma civil pública, contra o prefeito de Sobral José Clodoveu Arruda Neto, por prática de nepotismo.
Naquela ocasião, o Ministério Público do Estado do Ceará, por meio do 7º Núcleo de Tutela Coletiva de Sobral, ajuizou ação civil pública de improbidade administrativa contra o prefeito de Sobral. A ação é assinada pelos promotores de Justiça Francisco Roberto Caldas Nogueira Pinheiro, André Luis Tabosa de Oliveira, Carlos Augusto Tomaz Vasconcelos, Venusto da Silva Cardoso, Irapuan da Silva Dionízio Júnior e Juliana Cronemberger de Negreiros Moura, pedia a Justiça da Comarca de Sobral a exoneração imediata dos cargos que caracterizam nepotismo, bem como o afastamento do prefeito de Sobral e sua condenação por improbidade administrativa.
Para relembrar a ação que foi alvo de muitos comentários dizia que “diante da denúncia de populares, foi expedido um ofício requisitório para o prefeito, o vice-prefeito, os secretários, os subsecretários, os vereadores e os demais dirigentes de entidades públicas para que informassem ao Parquet a existência de parentes lotados em órgãos públicos no cargo em comissão ou função de confiança, bem como terceirizados. Esse tipo de contratação ofende o disposto da Súmula Vinculante 13, do Supremo Tribunal Federal (STF), que veda a prática do nepotismo”.

O prefeito chegou a afastar dos cargos as pessoas apontadas na denúncia como ligação por grau parentesco, sendo comprovado que o prefeito Veveu Arruda  mantinha uma irmã em cargo comissionado.
Entre os secretários municipais apareceram na denúncias os nomes: do secretário-adjunto de Obras, Francisco de Assis Parente Alves Junior; do superintendente da Autarquia Municipal de Meio Ambiente (AMMA), José Wilson Angelim; o secretário-adjunto de Conservação e Serviços Públicos, Eugênio Paccelli Sampaio Silveira; do comandante da Guarda Civil Municipal, Jorge Vasconcelos Trindade; do secretário de Gestão, José Maria de Souza Rosa;do secretário-adjunto de Urbanismo, Francisco Laerti Carneiro Cavalcante; do secretário-adjunto de Gestão, José Djalma Gomes; e da secretária do Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, Francisca Valdízia Bezerra Ribeiro.
A Promotoria de Justiça de Sobral prometeu continuar a investigação para levantar outros casos de nepotismo e tem cobrado a realização de concurso público para dar amplo acesso à população aos cargos e empregos públicos. Completados praticamente da primeira denuncias, a Justiça não se manifestou perante a opinião pública se o prefeito Veveu Arruda, ou outras pessoas ligadas a sua administração chegaram a serem julgados ou condenados pelo crime denunciado pelo Ministério Público Estadual.


O Ministério Público pede que a população denuncie a prática de Nepotismo. As denúncias podem ser feitas diretamente no Núcleo de Tutela Coletiva de Sobral. Endereço: rua Vila Soares, nº 1064 - Bairro Campo dos Velhos. Cep: 62030-150. Telefone: (88) 3613 1315 e 3613 1307. Estamos de olho.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

PREFEITO VEVEU INAUGURA A 1 ª ETAPA DE RESTAURAÇÃO DA CATEDRAL DE SOBRAL

O Prefeito Veveu inaugurará nesta sexta-feira, 31 de outubro, às 19h, a 1ª etapa das obras de restauração da Catedral de Nossa Senhora da Conceição (Sé). Em solenidade com a presença do Bispo Dom Odelir Magri, o Prefeito Veveu entregará à Diocese e à comunidade sobralense as obras concluídas. Em seguida será celebrada Missa em Ação de Graças e haverá apresentação da Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho.

Símbolo da religiosidade do povo sobralense e monumento tombado como Patrimônio Nacional, a igreja reabrirá para a comunidade com as reformas nas instalações hidráulica, elétrica, alvenaria e pintura e recuperação do telhado e forro concluídos por meio de convênio entre Prefeitura e Ministério do Turismo, com investimentos de cerca de R$1,5 milhão. “Agradeço ao Deputado Padre Zé Linhares o empenho dele em conseguir os recursos necessários junto ao Ministério” destaca o Prefeito Veveu.


A segunda etapa de restauração da Igreja da Sé incluirá o restauro de imagens, vitrais, altar-mor e altares laterais, lustres e demais adornos do interior da igreja, que data do século XVIII (1778).

SENADOR EUNÍCIO OLIVEIRA SURGE DEPOIS DA ELEIÇÃO COMO OPOSIÇÃO NO CEARÁ

Candidato derrotado ao governo do Ceará, o senador Eunício Oliveira (PMDB) repete um colega de partido e diz: "O PT é uma harpa paraguaia. Porque a harpa normal se toca para frente e para trás. A harpa paraguaia só se toca para dentro".

O líder do PMDB foi derrotado no segundo turno para o petista Camilo Santana, 46, aliado dos irmãos Cid e Ciro Gomes (Pros).

Ele ataca a legislação eleitoral, que permite que um aliado de Dilma, ele, no caso, tenha como adversário na eleição estadual um candidato do partido da presidente.

"Eu sou aliado a Dilma no plano nacional e tem um candidato do partido contra mim no plano estadual. Não vê como isso é estranho? O Supremo errou quando cortou a verticalização das eleições. Isso está errado. A Suprema Corte também erra."

 A seguir, trechos de sua entrevista à Folha.

Folha - Henrique Eduardo Alves, do PMDB e presidente da Câmara, reclamou do apoio que o PT deu ao adversário dele, Robinson Faria, que acabou eleito governador no Rio Grande do Norte. Como o sr. avalia a participação do PT nacional no Ceará? Foi cumprido o prometido?
Eunício Oliveira -
 A eleição passou. Eu aceito as coisas com naturalidade. Tive quase 2 milhões e 100 mil votos do povo cearense e é isso que eu quero levar dessa eleição. Em relação à participação nacional do PT prefiro guardar minha avaliação para mim mesmo. Não quero externar nenhum juízo de valor. Faço minha autocrítica e espero que eles façam também a deles.

Ficou algum trauma das urnas que pode azedar a relação dos dois partidos no plano nacional?
Sinceramente, mágoa nenhuma. Mas é como disse hoje meu amigo Luiz Henrique [senador do PMDB-SC]. O PT é uma harpa paraguaia. Porque a harpa normal se toca para frente e para trás. A harpa paraguaia só se toca para dentro.

E o senhor concorda com essa avaliação?
Você tem alguma dúvida disso (risos)?

Mas o PT não enviou nem a Dilma nem o Lula para pedir votos para o adversário do senhor. Eles não teriam cumprido parte do acordo?
Eu sou aliado a Dilma no plano nacional e tem um candidato do partido contra mim no plano estadual. Não vê como isso é estranho? O Supremo errou quando cortou a verticalização das eleições. Isso está errado. A Suprema Corte também erra. É feito por homens e mulheres. Nacionalmente eu pedia votos para o 13, mas, no Estado, não podia pedir para o 13, porque meu adversário é do PT. Essa legislação está equivocada. Precisa de uma reforma política já.

Em seu primeiro discurso após eleita, a presidente Dilma Rousseff (PT) sinalizou a necessidade de uma reforma política e o desejo de realizar um plebiscito, mas alguns líderes do seu partido já mostraram resistência em relação a este segundo ponto. O sr. vê viabilidade na realização do plebiscito?
Eu sou líder do PMDB do Senado e lhe digo: isso não passa dessa forma. O Congresso vai derrubar se vier dessa forma. Nós entendemos que tem que existir um referendo, porque a população tem que ser ouvida. O Congresso aprova uma reforma política, e a população vota se quer ou não. O plebiscito não tem sentido. Acabamos de passar por uma eleição. Vamos passar por outra para aprovar uma Constituinte? Não existe isso. Na democracia deve-se respeito ao Parlamento como aos outros poderes. Se vier dessa forma eu encaminho contra.

E em relação àqueles peemedebistas que não fecharam apoio com Dilma? Ainda existe o racha no partido? Fala-se da eleição de Eduardo Cunha, líder do bloco dos dissidentes, para a Câmara em 2015...
Disputa de mesa é normal. O PMDB não pode se candidatar? Por que não? O PT não disputou com o PMDB no Rio, sendo que o Pezão disputava a reeleição? Então pode existir disputas internas, mas não quando a preferência é do PT? É de novo a história da harpa.

Fechado o segundo turno, o PMDB foi o partido com mais governadores eleitos nos Estados, sete, ao todo. Isso força uma maior proximidade da presidente com a bancada peemedebista? Aumentará a composição de nomes do partido no ministério?

O PMDB aumentou sua força no país. Essa questão de ministério para mim é secundária. Por mim o PMDB nem aceitava nenhum ministério nesse governo. Nosso apoio não foi por cargo foi em nome de um projeto. E somos hoje o maior partido do Brasil. Sai eleição e entra eleição e o PMDB sempre sai mais forte. Quem não tem tamanho desqualifica o PMDB, mas a população vai lá e mostra que quer o PMDB novamente. É sempre assim. Em relação ao governo Dilma nós não somos agregados. Nós somos o governo. Meu presidente [do partido] é o vice-presidente da República, o Michel Temer. Nós estamos fortalecidos em nome de um projeto maior.

Com essa capilaridade, qual é o projeto do PMDB para 2018?
Eu defendo candidatura própria para presidente. Eu e uma ala importante do partido defendemos isso. O PMDB não precisa ficar à sombra de ninguém. É o maior partido do Brasil.

O sr. defende então o rompimento com o PT para 2018?
Eu defendo que o PMDB lance candidatura própria. Cada partido é livre para seguir seu rumo. Se eles quiserem caminhar em outra posição que fiquem à vontade.

O governador Cid Gomes tem sido cotado para ser ministro de Dilma nesse segundo mandato. O que o sr. acha disso?
Primeiro eu não tenho poder de vetar uma indicação da presidente. Segundo, mesmo que tivesse, não agiria dessa forma, pois qualquer coisa que seja favorável ao meu Estado eu aprovo. Terceiro porque não faço política com ódio ou ressentimento.

Na véspera da eleição estadual o sr. chegou a declarar que o governador usou a máquina do governo para 'esmagar' sua candidatura. O que especificamente foi feito na disputa?
Quem andou em Fortaleza no dia das eleições viu nas ruas mais um milhão de camisas amarelas [cor do adversário Camilo Santana] sendo distribuídas com dinheiro dentro, algo em torno de R$ 70. Na cidade de Quiterianópolis ficamos sabendo que o governo deu feriado nas escolas, prometeu adutora e que ia asfaltar as ruas. Isso na véspera da eleição. Aí, eu que nas pesquisas tinha lá 80% do eleitorado passei a ter 20%. Inverteu o processo. Isso é uso da máquina ou bênção de Deus?

O sr. também reclamou nestas eleições dos ataques que recebeu do atual secretário de Saúde do Ceará Ciro Gomes...
Ele é um desequilibrado. Estava desesperado achando que ia perder o governo, porque ele acha que aquilo é dele e ninguém pode tomar. Levantei 19 processos contra ele, por injúria, difamação e danos morais. Quando receber o dinheiro dele já sinalizei que vou doar tudo para uma instituição que cuida de drogados.

O novo governador Camilo Santana assume com ampla maioria na Assembleia Legislativa. Qual será a posição do sr. a partir de agora no Estado? Muito tem se falado do desejo do sr. de organizar a oposição no Ceará...
O PMDB é a partir de agora oposição no Ceará. Faremos uma oposição propositiva, e não raivosa. Oposição assina CPI, faz o que precisa ser feito. Aquele parlamentar que for cooptado e quiser fazer parte do governo nós vamos brigar para que ele perca seu mandato na Justiça. A legislação eleitoral exige fidelidade partidária e nós vamos fazer valer isso. Vamos fiscalizar o governo.

Embora tenha perdido em 149 municípios do Ceará, o sr. conseguiu vencer em Fortaleza, que é administrada por um prefeito ligado a Cid Gomes. Isso credencia o PMDB para concorrer daqui a dois anos?
O PMDB vai lançar candidatura em Fortaleza e na maioria dos municípios cearenses. Eu vou coordenar isso particularmente em 2016. Saímos extremamente fortalecidos das urnas. Tivemos 57% dos votos na capital. Ganhamos em todas as cidades da região metropolitana, menos duas. Ou seja, estamos fortes.

* Com informações da Folha de S. Paulo

PREFEITO HELDER ARCANJO FOI O GRANDE VENCEDOR NAS URNAS

O prefeito do Município de Santana do Acaraú, Helder Arcanjo tem motivos de sobra para comemorar a vitória do candidato Camilo Santana. Entre os municípios do porte de Santana do Acaraú, foi o que deu deu a maior maioria ao Governador eleito do (PT). 

Com presença de 24.318 eleitores, o resultado foi elástico, sendo 11.484, para Camilo (PT), e 6.358 votos para Eunício Oliveira (PMDB). A maioria para o candidato vencedor foi de 5.127 votos. 

SERVIDORES PÚBLICOS DE SOBRAL VÃO PARTICIPAR DE SEMINÁRIO

Os servidores públicos de Sobral terão a oportunidade, de discutir em um seminário, o Programa de Inclusão Previdenciária. O evento vai acontecer na tarde desta quinta-feira, na sede do sindicato, às 17 horas. 

A semana dedicada ao servidor público foi aberta no último sábado, dia 25, no programa Show do Ivan Frota. Na segunda-feira, houve ampla divulgação da campanha salarial 2015. A semana será encerrada no sábado, dia 1º de novembro com uma grande manhã de lazer, no Palmeiras Country Club.

GOVERNADOR CID GOMES VAI AO VELÓRIO DE ABDELMOUMEN DE MELO

O governador Cid Gomes foi ao velório do ex-vereador sobralense Abdelmoumen de Melo. Cid Gomes, chegou por volta das 23 horas de quarta-feira, uma hora após a chegada do corpo do político sobralense. O governador chegou acompanhado do prefeito Veveu Arruda, do vice-prefeito Carlos Hilton, do deputado eleito Leônidas Cristino. Na calçada cumprimentou amigo e familiares do Abdelmomen e em seguida se juntou ao presidente da Câmara Itamar Ribeiro. Em entrevista ao blog Wilson Gomes, Cid traçou um rápido perfil, do homem que por quatro décadas foi vereador em Sobral. "Eu tive o privilégio de conviver muito próximo com ele, era uma voz de sabedoria, de inteligência, um homem que deixa seus exemplos para Sobral", descreveu Cid Gomes.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

O FUTURO DO SENADOR EUNÍCIO OLIVEIRA

Mesmo com a derrota no Ceará na disputa pelo governo, Eunício permanece com seu mandato de Senador, até janeiro de 2019, e agora tem dois prováveis caminhos de ascensão. 

O primeiro deles, que já vem sido posto em pauta há tempos, é a presidência do Senado. O atual líder da Casa, senador Renan Calheiros (PMDB), já anunciou que não deve disputar o cargo, deixando o caminho livre para o nome do correligionário. 


Mas a perspectiva de assumir um ministério no governo Dilma também chama a atenção do senador, que já esteve à frente da Pasta de Comunicação na administração de Lula.

ROBERTO CARLOS DEIXA O COMANDO TÉCNICO DO HORIZONTE

A precoce eliminação da Taça Fares Lopes encerrou um dos maiores ciclos de um técnico na atualidade do futebol brasileiro. Depois de ser derrotado pelo Tiradentes nos pênaltis, Roberto Carlos resolveu deixar o comando do Horizonte. O treinador encerrou um período que durava mais de três anos a frente do Galo do Tabuleiro. “Acho que não tinha mais clima pra continuar”, resumiu o comandante.

Ex-lateral direito do Ceará. Roberto Carlos encerrou a carreira de jogador no Horizonte. Depois de um período como auxiliar, assumiu a equipe em 12 de fevereiro de 2011. Ao todo, comandou o Galo do Tabuleiro em 156 jogos e teve um aproveitamento de 57,26%. Foram 75 vitórias, 43 empates e 38 derrotas. Roberto Carlos esteve a frente da comissão técnica horizontina durante três anos, sete meses e 22 dias. Nesse período, o treinador conquistou duas Taças Fares Lopes, duas Taças Padre Cícero e participou de três Copas do Brasil, encarando grandes times como Flamengo, Palmeiras e Fluminense.

Com informações do DN.

chegando agora

chegando agora