Ignorar é a forma mais elegante de se defender da maldade. (Fernanda Estellit)

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Hospital Regional Norte é chamado de "Sistema Prisional"


Imagem ilustrativa
O vereador do PRB, Gegê Romão, base aliada do governador Cid Gomes, classificou como ‘sistema prisional’ o Hospital Regional Norte (HRN). A crítica foi feita pelo parlamentar sobralense, durante discurso na tribuna da CM, na sessão de terça-feira. Para o vereador o número de agentes de seguranças armados em todos os setores do hospital intimida a população que precisa de atendimento médico e que busca assistência no HRN.

O vereador também criticou a forma de atendimento em que as pessoas mesmo de idade avançada, não têm direito a acompanhamento familiar. “Isso fere o Estatuto do Idoso. Esta casa tem se posicionar contrário a esse tipo de serviço”, disse o Gegê Romão, enquanto relatava um fato, em que uma pessoa idosa, na companhia de familiares foi em busca de atendimento no HRN. “A família entregou o ente querido com vida, e quando recebeu foi morto”, enfatizou o parlamentar.

Outro descaso hospitalar mostrado pelo vereador do PRB acusa a Santa Casa de Misericórdia de Sobral, onde uma jovem de 16 anos deu entrada na maternidade em trabalho de parto e depois de esperar por mais de 18 horas pelo atendimento deu a luz de uma criança, que teve que ser levada às pressas para a UIT, numa demonstração de também falha de atendimento médico. Três dias depois a criança veio a óbito. O caso foi mostrado através do telão da Câmara.  

Para Gegê Romão nos dois casos a falta de pessoas qualificada no atendimento pode ter contribuído para que essas pessoas viessem a morrer.

Os casos de mau-atendimento no HRN vem se multiplicando nas redes sociais. Recentemente o advogado Thyago Donato, escreveu “Pensem vocês numa suntuosa m(...)... O atendimento só presta até a consulta, onde a impressão é de organização... Mas quando vai lá "pra dentro", pro urgente não operatório, aí você percebe que, nesse ponto, a saúde de Sobral continua como era na Santa Casa. Duas horas com meu filho esperando pra saber se houve fratura no braço é revoltante, principalmente porque, se fraturou, ainda seremos encaminhados pra Santa Casa, pois aqui não tem ortopedia... Quer que eu diga o quê Governador? - Que estou muito feliz aqui no ar-condicionado esperando por um médico?”.

 O internauta Aguiar Francisco disse:  “Passei por este constrangimento. Lá percebi se investiu muito em tecnologia alta e pouco em tecnologia leve, ou seja,  em humanização”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DÚVIDA?

DÚVIDA?