Felizes os que observam o direito e praticam a justiça em todo tempo! (SI106,3)

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Após 2 anos sem reajuste benefício do Bolsa Família terá aumento de 12,5%



Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, o último reajuste do Bolsa Família foi em 1º de maio de 2014. Diante desta realidade o presidente em exercício Michel Temer e o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, anunciaram nesta quarta-feira (29) um reajuste médio de 12,5% nos benefícios do Bolsa Família.  
Conforme a assessoria do ministério, cerca de 14 milhões de famílias recebem atualmente o Bolsa Família, no Brasil. Atualmente, no município de Sobral, o total de 31,96% da população sobralense é beneficiária do Programa Bolsa Família. Ainda de acordo com a pasta, o pagamento médio do programa é de R$ 164 mensais por família.

Em tom conciliador o presidente Temer disse que com a ação o governo não "desmoraliza" o passado e dá prosseguimento a programas que, na opinião dele, são "exitosos". Segundo o presidente em exercício, o Brasil precisa atualmente do Bolsa Família, mas o ideal é os beneficiários possam ter um emprego para não depender mais do programa.

"O primeiro direito social é o direito ao emprego e  temos que trabalhar ativamente para que ao longo do período possamos reduzir o número de desempregados. E, ao mesmo tempo, não podemos descuidar dos temas sociais, sempre muito urgentes no nosso país, que são o tema da educação e da pobreza absoluta", afirmou Temer.
.
Além do reajuste de 12,5%, que começa a ser pago a partir do dia 17 de julho, o decreto assinado por Temer prevê também aumento da linha de extrema pobreza, que passa de R$ 77 para R$ 85. Também aumenta a linha de pobreza, que sobe de R$ 154 para R$ 170.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DÚVIDA?

DÚVIDA?