Felizes os que observam o direito e praticam a justiça em todo tempo! (SI106,3)

sábado, 2 de julho de 2016

Delator cita o nome do Senador Eunício Oliveira



O ex-diretor de Relações Institucionais do Grupo Hypermarcas, Nelson Mello, afirmou, em delação premiada, que pagou, por meio de contratos fictícios, R$ 5 milhões em caixa dois para a campanha do senador Eunício Oliveira (PMDB), ao governo do Ceará em 2014. A defesa do Senador nega as denúncias. O pagamento teria ocorrido a pedido do lobista Milton Lyra, que foi alvo DCE busca e apreensão determinadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), na sexta-feira, 1º, ao ser deflagrada uma nova fase da Operação Lava-Jato.
Em nota, Eunício afirma que “embora conheça socialmente o empresário Milton Lyra, nunca conversou com ele a respeito de campanhas”, acrescentando que “não é verdade, portanto, que tenha pedido qualquer contribuição para sua campanha de governador”.
O senador admite que, de fato, recebeu contribuição da Hypermarcas para a campanha, mas diz que a quantia foi devidamente registra no TSE. Declara ainda, estar “inteiramente à disposição das autoridades para os devidos esclarecimentos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DÚVIDA?

DÚVIDA?