Felizes os que observam o direito e praticam a justiça em todo tempo! (SI106,3)

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Uma reclamação contra o atendimento do Centro POP

"Vimos por meio desse blog, fazer uma denuncia do CENTRO POP de Sobral. Para quem não conhece, o CENTRO POP é o Centro de Referência Especializado para a população em situação de Rua (MORADORES DE RUA), equipamento esse que faz parte da Secretaria  dos Direitos humanos, habitação e assistência social.
Alguns dos profissionais novatos do nível superior que passaram na seleção de 001/2017 são totalmente despreparados para trabalhar com esse público que já é um reflexo de exclusão social. Esses profissionais chegam " ter nojo e medo dos usuários" e ainda comentam entre si, que não sabem o porquê de terem sido lotados em um lugar como aquele. Cada dia que passa os usuários reclamam mais desses profissionais, pois ele notam que estão sendo tratados com indiferença e preconceito e isso faz com que eles se afastem do Centro Pop.
A pessoa a qual foi designada a coordenar o equipamento só se preocupa com o horário de entradas dos funcionários. Não faz questão de ter o maior contato com os usuários.  Profissionais usam palavras de baixo calão dentro do equipamento, funcionários são repreendidos na frente dos usuários, reuniões da equipe são feitas de portas abertas pra quem quiser ouvir, objetos pessoais dos usuários foram rebolados nos lixo. Gente isso não pode acontecer, pois aquele lugar é um espaço de referencia para o convívio social e o desenvolvimento de relações de afetividade e respeito. Cadê a ética desses profissionais?!
Outra questão que também complica o referido equipamento é a situação dos profissionais de nível médio que são os orientadores sociais, a equipe trabalha nas noites e nos finais de semanas, ou seja, em um horário diferenciado e a secretaria não oferta nenhum transporte e a equipe realiza o trabalho nas ruas a pé. Os mesmo se expõem por demais, pois além de trabalhar com um publico que oferece sim risco, estão sujeitos ate mesmo serem assaltados.
O mais interessante é que no edital da dita seleção eles não informam que as vaga ofertadas para orientador, quatro delas são pra trabalhar em horário diferenciado (noite e final de semana), sem direito a remuneração aos riscos relativos à insalubridade ou periculosidade e outros por ventura existente. Por conta dessa falta de informação o trabalho da equipe acaba ficando prejudicado, pois quando as pessoas sabem do horário e das condições precárias do trabalho acabam desistindo da vaga.
Esperamos que alguma atitude seja tomada o mais rápido possível!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DÚVIDA?

DÚVIDA?