Felizes os que observam o direito e praticam a justiça em todo tempo! (SI106,3)

sábado, 3 de junho de 2017

Secretaria de Saúde do Estado vai promover oficinas sobre chikungunya

Doença nova no Ceará, a chikungunya registra casos desde 2014 no Estado, por isso a população ainda é muito suscetível. Em 2016 houve transmissão sustentada da doença no Ceará, com 31.482 casos confirmados em 139 municípios.
Este ano, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), foram confirmados 20.515 casos até a semana epidemiológica 21, com 14 óbitos em consequência da doença.

Com o objetivo de tirar dúvidas sobre os sintomas da chikungunya e sobre o manejo clínico dos pacientes e identificação dos aspectos de gravidade da doença, a infectologista Tânia Coelho, diretora do Hospital São José, ministrou, na quinta-feira (1), webpalestra sobre a arbovirose transmitida pelo mosquito Aedes aegypti que registra maior número de casos confirmados no Ceará em 2017.

A partir do 6 de junho, começam as oficinas macrorregionais, promovidas pela Sesa com duas vagas para médicos indicados por município para a capacitação.
A primeira oficina macrorregional acontecerá no Auditório Waldir Arcoverde, das 13 às 17 horas, para médicos dos municípios da Macrorregião de Saúde de Fortaleza. Em seguida acontecerão as oficinas das Macrorregiões Litoral Leste (13 de junho), Sobral (20 de junho), Cariri (27 de junho), e Sertão Central (4 de julho).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DÚVIDA?

DÚVIDA?