Ignorar é a forma mais elegante de se defender da maldade. (Fernanda Estellit)

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

DEPUTADOS CEARENSES TERÃO QUE SEGUIR O EXEMPLO DE MOSES RODRIGUES

     Os dez novos deputados do Ceará e o senador Tasso Jereissati (PSDB) têm até às 18 horas de sexta-feira (27) para apresentar indicações de emenda ao relator geral do orçamento de 2015, senador Romero Jucá (PMDB-RR). Cada um terá direito a R$ 10 milhões para serem destinados a emendas, sendo que a metade deve ser direcionada para a Saúde.
     As indicações serão transformadas em emendas do relator e serão apresentadas em Plenário, já que o prazo para apresentação de emendas individuais terminou no ano passado.
     Jucá garantiu que os recursos virão de remanejamento no Orçamento e que não haverá cortes de programas de estados e municípios nem de programas sociais. “É importante dizer que não estamos aumentando a despesa do Orçamento nem a receita. Estamos remanejando despesa”, disse o relator.
Ele também afirmou que as emendas dos parlamentares que não se elegeram e as dos que continuam exercendo mandatos, orçadas em R$ 8 bilhões, serão preservadas. A medida, no entanto, recebeu críticas do líder do governo, deputado José Guimarães (PT-CE). “Os deputados que não foram reeleitos serão preteridos dessa construção. Não podemos aqui na Câmara ir além do que acordamos”, disse.
     Dos novos deputados cearenses que terão direito apenas o sobralense Moses Rodrigues tornou público o destino de parte de suas emendas. Completam a relação: Moroni Torgan (DEM),  Luizianne Lins (PT), Odorico Monteiro (PT), Cabo Sabino (PR), Ronaldo Martins (PRB), Adail Carneiro (PHS). Macedo (PSL), Vitor Valim (PMDB) e Leônidas Cristino (PROS).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

DÚVIDA?

DÚVIDA?