Felizes os que observam o direito e praticam a justiça em todo tempo! (SI106,3)

domingo, 18 de junho de 2017

Governo Cid perdoa dívida de R$ 41 mi em troca de propina para presidente da Sohidra

O Ministério Público Federal (MPF) está investigando o engenheiro Leão Montezuma por ter feito vista grossa para serviços não executados no valor de R$ 41 milhões na construção da Adutora Castanhão em troca de R$ 500 mil em propina. Na época, Montezuma era o superintende da Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra) do então governador Cid Gomes (PDT).
Segundo o inquérito, baseado na delação de ex-executivos da Odebrecht, Leão Montezuma teria elaborado um relatório técnico constatando serviços não executados no valor de R$ 41 milhões na construção da Adutora Castanhão e, para não levar o documento adiante, solicitou R$ 500 mil em propina da empreiteira. O pagamento teria sido realizado por meio da Casa de Câmbio Mônaco, em Recife.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DÚVIDA?

DÚVIDA?