Felizes os que observam o direito e praticam a justiça em todo tempo! (SI106,3)

domingo, 10 de julho de 2016

O Nordeste não teve benefícios na renegociação da dívida?



“[Os estados do Nordeste] não receberam nenhuma recompensa [na renegociação da dívida com a União] por serem bons pagadores, apesar de atravessarem um período de seca sem precedentes.” – Leônidas Cristino (PDT-CE), em discurso no dia 28 de junho.

O deputado Leônidas Cristino criticou a renegociação da dívida dos estados, firmada recentemente pela equipe econômica do governo interino de Michel Temer, em discurso no plenário no dia 28 de junho. Segundo ele, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul tiveram uma negociação muito favorável. Na opinião do parlamentar, os estados nordestinos não receberam nenhuma recompensa por serem bons pagadores.

Os quatro estados que Cristino citou em seu discurso como beneficiados têm dívidas significativamente maiores. Rio Grande do Sul, Minas e Rio estão em situação crítica em suas finanças. Logo, a avaliação feita pelo governo foi de que o acordo não bastaria para aliviar a pressão da dívida sobre as contas públicas. É estudada, portanto, uma rodada de negociações adicional para tratar desses estados. São Paulo, que tem a maior dívida, também não ficou satisfeito com o acordo e receberá tratamento diferenciado, embora isso tenha sido negado pelo governador Geraldo Alckmin.

Com informações, Maurício Moraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DÚVIDA?

DÚVIDA?